01/10/2011

A fotografia Pinhole

Se tem uma técnica de fotografia que eu adoro é a técnica da câmera pinhole. A pinhole é uma máquina fotográfica sem lentes e que pode ser feita na sua própria casa! Existem pinholes de latas, caixas de fósforos, caixas de sapatos e até de casca de ovo! 

Entendendo a técnica
A luz é captada de um pequeno buraco para dentro da câmara e sofre um movimento de inversão. O obturador da câmera pinhole geralmente é algum material à prova de luz para cobrir e descobrir o furo. As câmeras pinhole requerem um tempo maior de exposição do que as câmeras convencionais por causa da abertura, que é bem pequena: os tempos de exposição vão de 5 segundos a até mais de uma hora.


Modelo de câmera pinhole
Exemplos de fotos tiradas com pinhole

Na internet, há vários vídeos mostrando como criar sua pinhole, mas o que acho mais explicativo é esse de baixo. Apesar de ser em inglês, é bem fácil de entender!



Dicas:
- Prefira fazer a exposição (tirar a foto) ao ar livre. Se for um dia de sol, a janelinha fica aberta de 30 segundos a 1 minuto. Se nublado, o tempo aumenta para de 2 a 4 minutos. 

- Quanto maior a câmera, maior o tempo de exposição, porque a luz enfraquece à medida que viaja do furinho até a parede onde está o papel. 

- Se o furo estiver longe do material sensível à luz, mais próxima fica a imagem (mesmo efeito daquelas lentes especiais de fotógrafos, sabe?). E, quanto mais perto o furo, mais 'coisa' entra na foto, pois o ângulo de visão é maior. 

- Quanto maior o orifício, menor tem de ser o tempo de exposição à luz. Porém, menos nitidez haverá na foto: ficará tudo mais, digamos, borrado. 

- Como os tempos de exposição são longos, para a foto não sair tremida, a dica é apoiarmos a câmera em uma superfície fixa. 



(fonte:  Revista Crescer)


Não é incrível que com materiais tão simples possamos bater fotos? Soa como mágica pra mim!
Beijos, beijos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário