10/09/2014

4 sapatos para transformar um look básico



Se tem uma frase no mundo da moda que não podemos dizer é a famosa "eu nunca vou usar tal peça". No quesito sapatos então, nem se fala! Eles nascem nas ruas, vão para as passarelas e, num piscar de olhos, já estão tomando as ruas novamente e com mais força, sendo incorporados nos mais diferentes estilos e pelas mais diversas personalidades. 

Pensando nisso, elaborei uma lista com 4 modelos de sapatos que seguiram esses passos e, hoje, são muito usados por celebridades e anônimas ao redor do mundo. Todos eles tem um "quê" a mais, um toque de ousadia que é capaz transformar um look básico instantaneamente. 

Vamos ver quais são?


De salto, com tirinhas, modelo loafer ou em botinhas: o branco é a cor da vez nos calçados! A trend vem sendo apresentada nas passarelas já faz um tempinho (inclusive, nos primeiros dias de desfile do NYFW Verão 2015) e parece que agora vai, ein! Para não parecer uma paquita (!) ou um profissional da área da saúde, a dica é apostar em complementos moderninhos e que dão um toque de cor (o jeans é uma ótima opção).



Famosas nos anos 90, as birkenstock voltaram pra ficar! A sandália com fivelas pode até pecar no sentido glamour, mas não dá pra negar que é super cool e confortável. Ela é uma aposta certeira em looks relax e, também, dá um toque despojado num visual mais "certinho" (como na penúltima imagem). 



Podemos identificar como sapatos pesados as sandálias, botas e tênis que, normalmente, têm uma meia pata grossa, que é quase ou tão alta quanto o salto. Como eles dão um aspecto "grosseiro" no look, o ideal é combiná-los com peças mais femininas, como vestidos, saias e comprimento mini.



Os creepers, sapatinhos com plataforma reta, seguem a lógica dos sapatos pesados: podem equilibrar um look girlie ou completar um visual despojado. Os modelos mais comuns e versáteis são os de cor preta, mas os estampados, preto e branco e aveludados também são uma graça!


E vocês, meninas, usariam/usam qual(is) deles?

Pra amar ou odiar (mas, antes disso, abrir a mente e provar!)



Nenhum comentário:

Postar um comentário